A POLUIÇÃO DO AR RELACIONADA COM O TRÂNSITO ESTÁ RELACIONADA COM DANOS NO ADN DAS CRIANÇAS

Last Update 06/04/2021

As crianças e adolescentes expostos a níveis elevados de poluição do ar relacionada com o trânsito apresentam um tipo de danos no ADN chamado encurtamento dos telómeros


As crianças e adolescentes expostos a níveis elevados de poluição do ar relacionada com o trânsito apresentam um tipo de danos no ADN chamado encurtamento dos telómeros, conforme relatado num estudo publicado na edição de maio do Journal of Occupational and Environmental Medicine.

Uma investigação preliminar realizada por uma equipa da Universidade da Califórnia verificou que as crianças e jovens com asma também apresentam encurtamento dos telómeros. Os resultados sugerem que o comprimento dos telómeros poderá ser utilizado como indicador dos danos no ADN devido à poluição no ar.

O estudo foi realizado numa cidade com um dos níveis mais elevados de poluição dos EUA e observou a relação entre os hidrocarbonetos aromáticos policíclicos (PAH; um poluente do ar proveniente dos escapes de veículos motorizados) e o encurtamento dos telómeros (um tipo de danos no ADN que está tipicamente associado ao envelhecimento).

O estudo acrescenta-se à evidência anterior de que a poluição do ar pode danificar o ADN. Sugere ainda que as crianças poderão estar mais vulneráveis aos efeitos nocivos da poluição do ar.

Leia o artigo.

Leia o estudo.

Subscreva o nosso boletim informativo