Os compromissos assumidos para lutar contra os efeitos da poluição atmosférica na saúde na conferência da OMS

Last Update 06/04/2021

A Primeira Conferência Global da Organização Mundial de Saúde (OMS) sobre Poluição do Ar e Saúde foi recentemente realizada em Genebra (entre 30 de outubro e 1 de novembro de 2018).


A Primeira Conferência Global da Organização Mundial de Saúde (OMS) sobre Poluição do Ar e Saúde foi recentemente realizada em Genebra (entre 30 de outubro e 1 de novembro de 2018) – e a Sociedade Europeia de Doenças Respiratórias (ERS) e a European Lung Foundation (ELF) estiveram lá em representação dos profissionais de cuidados respiratórios e doentes respiratórios.

TEMPO DE AGIR

A emblemática conferência juntou políticos, peritos científicos e ativistas de todo o mundo com o objetivo de encontrar soluções. Como mensagem principal, o evento destacou a importância imediata de se lutar contra a poluição atmosférica a fim de proteger a saúde. A Dra. Maria Neira, diretora do departamento de Saúde Pública, Determinantes Ambientais e Sociais da Saúde (Public Health, Environmental and Social Determinants of Health) da OMS declarou: “Costumamos dizer que a poluição atmosférica é como um assassino invisível, apesar de ser impossível ignorar os seus efeitos nas doenças não transmissíveis. Daqui a 10 anos não poderemos dizer que não sabíamos.”

Como parte da atividade em curso da campanha Healthy Lungs for Life, os representantes da ERS e da ELF foram oradores no evento.

Isabel Saraiva, Presidente da ELF, participou num painel de discussão sobre como o setor da saúde pode liderar a prevenção de problemas de saúde relacionados com a poluição.

A Professora Barbara Hoffman, Presidente do Comité do Ambiente e da Saúde da ERS, falou sobre a evidência dos efeitos da poluição atmosférica nas doenças não transmissíveis, mesmo com níveis de concentração reduzidos.

Muitos dos atuais e antigos membros do Comité – incluindo o Professor Francesco Forastiere, o Professor Bert Brunekreef, a Professora Isabella Annesi-Maesano e o Professor Nino Künzli – também participaram na conferência, contribuindo para garantir a sua fundamentação nos dados científicos mais recentes.

Assumir compromissos em nome da ação

O último dia da conferência foi de “alto nível”, com a participação de muitos líderes políticos de várias partes do mundo – incluindo ministros e autarcas que operam no setor da saúde e do ambiente.

Após a sessão de encerramento do evento, os participantes foram incentivados a anunciar publicamente os seus compromissos tendo em vista o combate à poluição atmosférica. Os representantes de diferentes países e regiões e as organizações internacionais também anunciaram os seus compromissos.

A ERS e a ELF participaram nesta sessão para assumir um compromisso em nome das 28 sociedades médicas e organizações de doentes, tomando medidas ativas para a redução dos danos causados pela poluição atmosférica através da sensibilização e de medidas de educação. As medidas focam-se na inclusão de dados relativos à qualidade do ar nas orientações clínicas, na educação e na investigação e nos passos que podem ser tomados para melhorar a sensibilização e o conhecimento entre as populações de doentes.

Veja os vídeos das sessões diferentes realizadas na conferência.

Levar esta iniciativa adiante com a Healthy Lungs for Life

As intervenções dos líderes da ERS e da ELF foram apenas algumas das atividades planeadas como parte da campanha Healthy Lungs for Life, que teve uma duração de um ano, destinada a decisores políticos, profissionais da saúde, doentes e à comunidade em geral. A campanha pretende sensibilizar para a importância de respirar ar limpo e para as ações que todos podemos fazer para proteger os nossos pulmões da poluição. A campanha pertence a todos os membros da comunidade de saúde pulmonar – realize o seu próprio evento e ajude-nos a divulgar estas mensagens poderosas a nível mundial.

Subscreva o nosso boletim informativo